UnB é a quinta melhor universidade federal, segundo avaliação internacional

UnB é a quinta melhor universidade federal, segundo avaliação internacional

A Universidade de Brasília (UnB) é a quinta melhor universidade federal do país, de acordo com dados do QS World University Rankings. A UnB manteve a posição do ano passado, mesmo com a entrada de três novas federais na avaliação.

Neste ano, o QS World teve um aumento de 29,6% em participantes brasileiras, públicas e privadas, passando de 27 para 35 instituições avaliadas. A UnB manteve a nona melhor classificação entre as nacionais no ranking.

“É uma importante leitura de se fazer: novas universidades integraram o ranking e o esforço da Universidade de Brasília permitiu a manutenção da posição. Isso se deve ao empenho permanente da comunidade universitária na construção de qualidade acadêmica”, disse o vice-reitor Enrique Huelva.

Na classificação mundial, mesmo com a ampliação de mais de 9% das universidades classificadas, a UnB se encontra na faixa da 801– 1.000o posição, a mesma do ano passado.

O cálculo da nota final da UnB, frente a outras instituições, foi realizado pela equipe da Diretoria de Avaliação e Informações Gerenciais (DAI) do Decanato de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional (DPO), a partir das notas dos indicadores que compõem o ranking.

A decana de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional, Denise Imbroisi, reforçou que o esforço de toda a comunidade universitária tornou esse reconhecimento possível. “Mesmo em um cenário complicado, com graves cortes orçamentários, a UnB continua se destacando em perspectiva nacional e mundial, ampliando cada vez mais sua qualidade. Continuamos a trabalhar para ter nossa excelência cada vez mais reconhecida.”

QS World University Rankings é elaborado pela consultoria britânica QS Quacquarelli Symonds, uma das principais organizações que medem a qualidade do ensino superior em todo o mundo, e é publicado desde 2004. Nele, são avaliados indicadores como reputação acadêmica, reputação entre empregadores, citações científicas e presença de estudantes e professores internacionais.

A edição deste ano analisou mais de 2,4 mil universidades, de cem diferentes países, resultando numa lista de 1.422 instituições.

Fonte: https://noticias.unb.br

Más artículos de la Universidad

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Suscríbete al Grupo Tordesillas​

Introduce tu email y recibirás las novedades del Grupo Tordesillas mensualmente en tu correo electrónico.

Ir arriba