Como produzir um podcast de ciência? UFU

Como produzir um podcast de ciência? UFU

Criado para promover a divulgação científica nas mídias institucionais da UFU, o Ciência ao Pé do Ouvido chega ao episódio 50 e reúne as vozes que dão vida ao programa

“Podemos fazer um podcast de divulgação científica?”, essa foi a pergunta feita pela jornalista Diélen Borges, em uma das reuniões promovidas pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU), no segundo semestre de 2019. O “sim” da diretora de Comunicação, Renata Neiva, foi acompanhado pelo sorriso da também jornalista, Josielle Ingrid, que acabava de ser inserida na equipe da Rádio Universitária da UFU. Alí se iniciava o projeto do Ciência ao Pé do Ouvido. Outras reuniões depois, em fevereiro de 2020, ia ao ar o episódio #00 do podcast, com o nome “Coronavírus”, em que o tema foi abordado em meio às preocupações sobre a doença que se espalhava por todo o mundo.

Hoje, cinquenta episódios depois, o Ciência ao Pé do Ouvido continua levando a divulgação científica de maneira conversada, é considerado um dos melhores podcasts para se aprender português pelo site Learn Languages From Home e indicado pela Revista Galileu junto a outros oito podcasts de ciência.

Por isso, para comemorar as suas três temporadas e seus cinquenta episódios de história, os atuais membros do podcast se reuniram para contar suas experiências na produção do podcast e dar algumas dicas.

#1 Use plataformas de organização

Assim como citado pela jornalista Naiara Ashaia, o Trello é bastante usado na organização do Ciência ao Pé do Ouvido. Ele é uma plataforma on-line de trabalho que permite que toda a equipe consiga visualizar o processo de produção de um episódio e concentrar as informações necessárias em um único lugar.

Então, como primeiro passo para ter um podcast de sucesso, é importante encontrar formas de gerir o tempo e otimizar a execução do seu conteúdo. Afinal, documentar suas produções é o pontapé inicial de qualquer projeto.

“Tudo começa com o Trello!” – Naiara Ashaia.

#2 Fale para todos

Falar é a base de um podcast; por isso, tratando ou não de ciência, saber transmitir as informações de forma simples, sem jargões e de maneira que todo mundo consiga entender é um dos principais requisitos quando tratamos de comunicação.

Pensar que falar de ciência é sinônimo de falar difícil pode ser um dos maiores erros ao se iniciar um podcast, afinal, como falado pela Milena Félix no episódio #50, aquilo que não é dito é como se não existisse.

“O Ciência ao Pé do Ouvido me fez tomar gosto por traduzir conteúdos que podem ser complexos para algumas pessoas. Se a sua divulgação científica não comunica com todos, ela é falha” – Heuler Reis.

#3 O importante é como se diz

Produzir conteúdos comunicativos é um ótimo processo de autoconhecimento e autoaceitação. Entender como o seu corpo e a sua voz funcionam diante dessas ferramentas pode despertar talentos que antes poderiam ser vistos como fraqueza.

Nem todos possuem vozes potentes como a maioria dos radialistas famosos; contudo, saber posicionar seu tom vocal para cada necessidade é uma excelente forma de transmitir a sensação desejada.

“Conhecer o rádio foi uma forma de me reconciliar com a minha voz, entender que ela tem a sua beleza e que para ela ser ouvida era mais uma questão de atitude” – Milena Félix.

Para saber mais sobre o processo de criação, produção e atualização de um podcast, acesse o episódio #50 do Ciência ao Pé do Ouvido, disponível em todas as plataformas. Nele, a equipe abordou diversos aspectos desde o desenvolvimento de pautas até a divulgação dos conteúdos.

Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pela Diretoria de Comunicação Social da Universidade Federal de Uberlândia (Dirco/UFU) é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(s) o(s) autor(es) e o Portal Comunica UFU.

Fonte: https://comunica.ufu.br

Más artículos de la Universidad

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Suscríbete al Grupo Tordesillas​

Introduce tu email y recibirás las novedades del Grupo Tordesillas mensualmente en tu correo electrónico.

Ir arriba